Catraca Livre

Uma revolução no jeito de andar em Jundiaí

1. Catraca Livre

  • Transporte público gratuito de qualidade para todas as pessoas
  • Aumento e renovação da frota com ônibus ecológico, wi-fi e ar-condicionado
  • Novo modelo de financiamento do transporte público
  • Pontos de ônibus e terminais confortáveis e seguros
  • Privilegiar o transporte coletivo sobre o transporte individual
  • Faixas exclusivas para ônibus, reduzindo o tempo de deslocamento

2. Direito ir e vir

  • Jundiaí com acessibilidade plena
  • Ciclovias e ciclofaixas, bicicletários, paraciclo, bicicleta compartilhada
  • Calçadas seguras para todos
  • Congestionamento Zero: Segurança e agilidade para os carros e motos.
  • Organizar aplicativos para possibilitar dignidade a quem trabalha com qualidade e segurança nos serviços.

Mobilidade a pé

Construir e reformar calçadas com prioridade a áreas de acesso a equipamentos públicos e transporte coletivo, considerando a desigualdade territorial da infraestrutura na cidade dentro de projetos pilotos.

Implantar e reformar travessias com o objetivo explícito de estimular o deslocamento a pé e garantir sua segurança e conforto.

Ampliar a área de pedestres e restrição de circulação de carros em zonas comerciais, não só na área central da cidade como também nos Bairros Completos e em toda a cidade.

Instalar sinalização orientativa voltada para pedestres, com mapas, trajetos e indicações sobre como chegar a pé aos lugares.

Promover a iluminação eficiente e arborização de corredores de transporte público, ciclovias, calçadões e áreas com grande demanda de circulação de pessoas.

Garantir tempos semafóricos adequados à circulação segura de pedestres com mobilidade reduzida.

Bicicleta

Planejar e implantar a Rede Cicloviária constante no Plano Diretor e efetuar sua manutenção durante os 4 anos de mandato.

Implantar bicicletários e paraciclos em áreas comerciais, terminais de ônibus, equipamentos públicos e polos geradores de viagens e tráfego.

Implantar um serviço de bicicletas compartilhadas, ampliando progressivamente sua área de cobertura e uso.

Criar protocolos e meios adequados para a permissões de embarque de bicicletas no transporte coletivo.

Implementar políticas de incentivo ao uso de bicicletas em parceria com empresas, tais fomento de bicicletários, eventos e selos de parceria.

Transporte Público

Criar corredores exclusivos de Ônibus nos horários de pico, reduzindo o tempo de viagem em até 50% e qualificando o embarque e desembarque.

Instituir o Mês da Tarifa Zero custeado pela Prefeitura como forma de fomento ao transporte coletivo, sua avaliação e adaptação progressiva até atingir o fim da cobrança da tarifa

aos passageiros e a progressiva Tarifa Zero.

Criar políticas de isenção e redução de tarifa a públicos estratégicos – estudantes de baixa renda, pessoas desempregadas, famílias nos finais de semana, entre outros – como transição para a implantação da Tarifa Zero.

Reduzir gradualmente a emissões de poluentes da frota de ônibus assim como sua poluição sonora, desenvolvendo projeto piloto de ônibus com uso de energia limpa.

Garantir acessibilidade universal em 100% das linhas de transporte público através de modernização da frota e requalificação de terminais e pontos de ônibus.

Garantir o fornecimento de informações públicas, disponíveis em meio físico e online, sobre o funcionamento das linhas de ônibus, seus horários e rotas.

Reavaliar a melhor forma de prestação do serviço de transporte coletivo, seja direta ou por concessão, tratando o processo de licitação com o máximo de transparência, participação social e com dados abertos.

Instituir critérios e parâmetros para a modernização progressiva dos contratos e prestação de serviço de transporte coletivo referenciados por Plano de Mobilidade para os próximos 10 anos, garantindo concorrência, gestão autônoma municipal e interesse público.

Modernização da licitação dos contratos de ônibus em 2023, regionalizando os contratos e a prestação do serviço, convertendo o mesmo para atendimento e melhoria dos veículos, para maior conforto ao cidadão.

Segurança Viária

Implantar programas de sistemas para a segurança no trânsito com uso de dados e gestão integrada de informações para monitoramento, avaliação e planejamento de ações.

Reduzir limites de velocidade, especialmente em áreas com grande circulação de pessoas e baixas velocidades médias.

Promover ações de urbanismo tático para testar soluções para reduzir ocorrências de trânsito com vítimas em áreas com alta incidência.

Implantar rotas acessíveis para o acesso a equipamentos públicos e privados, reduzindo a exposição de pedestres e possíveis vítimas do trânsito.

Desenvolver campanhas e programas de educação para o trânsito, especialmente para a proteção do pedestre e do ciclista.

Reforçar a fiscalização e punição de imprudências no trânsito.

Mande seu comentário ou sugestão sobre essa proposta!

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: