Bairros Completos

Integração dos bairros com educação, cultura, saúde, lazer e trabalho

1. Tudo conectado

  • Descentralizar a administração para conectar os serviços públicos com os bairros
  • Conectar todos os espaços públicos do bairro: educação, esportes, cultura, lazer, saúde, CRAS, transporte.
  • Promover atividades culturais, esportivas e de lazer em escolas, praças, clubes, associações, organizações sociais e espaços religiosos
  • Parceria com clubes, organizações sociais, associações e igrejas
    • Capacitação profissional
    • Vida cultural, lazer e saúde
    • Espaços cooperativos

2. Ruas e praças vivas

  • Zona 30 – Ruas seguras para todo mundo andar à pé, de bike, de moto, de carro.
  • Ruas verdes: Arborização com limpeza pública, privilegiar plantio de árvores frutíferas e bosques públicos
  • Ruas de lazer: criar ação de promoção de cultura e lazer (teatro, cinema e espetáculos na rua),
  • Praça viva: Lazer, educação, saúde, cultura, segurança e conforto nas praças
  • Acessibilidade universal
  • Guarda Municipal comunitária nos bairros

3. Vida saudável

  • Hortas orgânicas nos terrenos públicos e desocupados dos bairros
    • Profissional da saúde em casa
    • Apoio às redes de proteção à criança e à mulher, com combate à violência doméstica
    • Saúde emocional: atendimento psicológico e psiquiátrico
    • Cuidar dos rios, córregos, nascentes e áreas verdes

4. Fomentar a economia no bairro

  • Criar rede de Economia Solidária
    • Apoiar comércio local
    • Incentivar pequenos negócios
    • Apoiar iniciativas colaborativas
    • “Lixo” é renda e consciência ambiental: formação de cooperativas de reciclagem e compostagem, ampliação dos ecopontos

Promover a Educação como formação contínua, permanente e cotidiana – local, intersetorial, democrática e de qualidade – para todas as crianças, jovens e adultos de Jundiaí, usufruindo de toda infraestrutura e recursos humanos dos Bairros Completos.

Requalificar os espaços escolares com novo projeto arquitetônico para construção e reforma de prédios próprios, que atenda a um novo modelo de atendimento educacional integrado à cultura, ao esporte e à formação integral.

Otimizar a utilização dos equipamentos públicos escolares aos finais de semana e nos seus horários ociosos para utilização pela população local em programas e ações comunitárias e em interface com os demais agentes públicos localizados no território.

Ampliar e qualificar o acesso ao segmento às creches, priorizando o atendimento da Educação Infantil em unidades próprias, ampliando em 1500 as vagas atuais.

Descentralizar a gestão da política de esporte e lazer para os Bairros Completos como meio de ampliar as atividades esportivas e a oferta de opções de lazer, com a participação da comunidade na construção de alternativas, revitalizando os espaços públicos através do Fundo Municipal de Esporte, e criar novos espaços e programadas ações para os finais de semana e feriados.

Disponibilizar à população profissionais que acompanhem atividades físicas ao ar livre, em convênios a serem estabelecidos com a Faculdade de Medicina e a Faculdade de Educação Física de Jundiaí.

Adotar um amplo programa de parcerias com os clubes privados para que os períodos e espaços ociosos possam ser ocupados, de forma a atender a função social da propriedade, principalmente pelos idosos. Os espaços dos clubes privados também poderão ser utilizados pelas escolas através de uma política de convênios da Prefeitura.

Implementar o Bairro que Educa, mapeando nos territórios os espaços comunitários, de cultura, lazer e esporte existentes e requalificá-los para ampliação da jornada escolar e atendimento permanente de crianças, jovens e adultos

Redefinir e requalificar os atuais Centros Esportivos como Sistemas Integrados de Esporte, Saúde, Cultura e Lazer dos bairros, na realização do Bairro Completo.

Implantar programa de brinquedotecas nos Centros Unificados, com o objetivo de criar espaços e alternativas lúdicas para crianças, resgatando brinquedos e brincadeiras que fazem parte da cultura popular.

Implantação de bebedouros, bancos com encosto em espaços públicos com grande circulação de pessoas.

Recuperar as ruas residenciais para as pessoas e convivência dos moradores através Zonas 30, Traffic Calming, Ruas Compartilhadas, Arborização e Mobiliário urbano como investimentos integrantes do programa Bairro Completo.

Criar Ruas de Lazer – com equipamentos móveis e recursos humanos específicos , promovendo cultura e lazer tais como espetáculos circenses, teatro popular, cinema gratuito e outros.

Investir na mobilidade ativa e micromobilidade, criando 10 centralidades regionais para o desenvolvimento local de todas as regiões de Jundiaí, evitando deslocamentos desnecessários e valorizando a vizinhança.

Criação do programa Jundiaí e minha calçada são nota 10, prevendo arborização e acessibilidade para toda a população

Promover a arborização das calçadas e a sua adaptação às normas sobre acessibilidade, realizando o levantamento das larguras das calçadas das vias e apontando diretrizes e prioridades em um documento de referência para toda a cidade.

Envio de carta aos munícipes com orientações sobre como reformar sua calçada e plantar uma árvore segundo documento de referência, recebendo mudas doadas pelo município a partir da produção do viveiro municipal.

Inclusão do manual de arborização urbana à fácil consulta pública na internet ou bibliotecas, no qual constarão as espécies de árvores adequadas ao plantio na cidade e forma de plantio.

Participação de servidores como Amigos da Arborização Municipal, para levantamentos e orientações, especialmente quando moradores de seus Bairros Completos.

Mande seu comentário ou sugestão sobre essa proposta!

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: